fragmentos críticos


claudio tozzi: cor pigmento luz

Haroldo de Campos

a cor
pensa a cor
a cor da cor
se transparenta
e é a luz

pensar a luz
a luz da luz
se fragmenta
e é cor

a palavra cor
na cor
a palavra luz
na luz

o pó
a poeira
o pigmento

luz em pó
cor em pó

o íris no íris

o desarcoíris

no cinza
no quase
no
branco

jaula negra
onde a cor
se enquadra

onde a cor

quase-cor
no corpo a cor
da cor

se exquadra

janela e
jaula




o quadro negro
quadriluz

janela-jaula

canta
a cor enjaulada

a cor
na janela da
cor

seu respiro
é pó
de luz

pigmento

e se ouve

pulmão
de luz

polem
cantante

a
cor
geômetra
de si mesma
ciosa de sua
luz

funil
fusível
sol
que enfeixa
e desenfeixa
que abre em janela
e fecha em jaula

que canta

o olho
sabe

seu tacto
translumina